Tudo que existe é agregado consciencial

Representação esquemática faz do Universo um toro: a dimensão física nada mais é que concentrado de consciência. Imagem "Bryan Brandenburg Big Bang Big Bagel Theory Howard Boom" by Bryan Brandenburg - BryanBrandenburg.net Original Source. Licensed under CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons
Representação esquemática faz do Universo um toro: a dimensão física nada mais é que concentrado de consciência. Imagem “Bryan Brandenburg Big Bang Big Bagel Theory Howard Boom” by Bryan Brandenburg – BryanBrandenburg.net Original Source. Licensed under CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons

A teoria refracionária diz que a dimensão física é consciência cósmica concentrada, ou um agregado consciencial, que na aparência, é físico. Um corpo astronômico qualquer é um agregado consciencial.

O Sol, uma estrela, é constituído por certa quantidade de consciência, que a hexadimensionalidade percebe como físico.

Como? Isso significa que um corpo astronômico tem consciência? Não estou dizendo que a Lua, por exemplo, tem consciência, pelo menos como a consciência manifestada por um ser vivo. Pode ser que um objeto inanimado tenha sua forma especifica e manifesta de consciência.

Matéria básica do Universo é consciência cósmica

Mas o que o refracionismo diz é que a matéria básica da realidade, como seja o Universo, é consciência cósmica, que pode muito bem, sob certas condições, ser tangível.

De fato, quando um certo volume desse material se concentra em um ponto, a concentração atrai mais consciência que vai se juntando até formar grumos cada vez mais densos, que se tornam aparentes para nós, hexadimensionais,  na forma física de estrelas e sistemas planetários.

Mais consciência é maior energia gravitacional

O planeta Terra, entendida como uma biosfera é, também, um agregado consciencial, com tudo que nele há. Ora, um agregado consciencial é uma quantidade física, que tem força de gravidade. A energia gravitacional, assim, é uma demonstração do que acontece quando se junta, em um mesmo local, uma grande quantidade de consciência.

Quanto mais consciência se aglutina em um ponto, maior a energia gravitacional. Um formidável amontoado gravitacional, uma galáxia como a Via Láctea, é um ajuntamento fabuloso de corpos físicos, que vão de poeira interestelar a estrelas , dos raios cósmicos aos neutrinos.

Buraco negro e seu oposto buraco branco

Um agregado consciencial tem gravidade, embora a consciência se manifeste também sem energia gravitacional aparente. Afinal, a consciência é, no espectro hexadimensional, a faixa mais sutil.

Os corpos astronômicos com maior concentração de consciência é o buraco negro e seu oposto cósmico, o buraco branco.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =