O dobro do tamanho atual

Nossa querida Terra, comparara  a Júpiter: grandeza desproporcional. Imagem: By Brian0918 at en.wikipedia. Later version(s) were uploaded by Herbee at en.wikipedia. [Public domain], via Wikimedia Commons

Nossa querida Terra, comparara a Júpiter: grandeza desproporcional. Imagem: By Brian0918 at en.wikipedia. Later version(s) were uploaded by Herbee at en.wikipedia. [Public domain], via Wikimedia Commons

Júpiter era, nos primórdios do Sistema Solar, cerca de 2 vezes maior que hoje. Lembre-se disso na oposição do astro, em 6 de fevereiro.

A oposição de Júpiter, em relação ao Sol, será, nesta aparição do astro gigante, em 6 de fevereiro de 2015. Mas, ela ocorre a cada 13 meses e acontece quando a Terra, por orbitar mais perto do Sol, se desloca mais rápido.

Logo, alcança o outro, que por se encontrar bem mais longe do Sol, 778,3 milhões de quilômetros, em média, tem deslocamento mais lento e leva 11,86 anos terrestres para completar uma volta.

Portanto, na oposição os dois planetas se encontram mais perto um do outro. Júpiter ficará visível durante toda a noite. Oposição de agosto de 2009 foi a maior desde 1999, superada pela proximidade de 2014.

Brilho intenso já impressiona

Atualmente, nosso planeta já se aproxima dele, mas o gigante do Sistema Solar já impressiona por seu brilho intenso, com magnitude de cerca de -2,4. A estimativa é que alcance magnitude -2,6 em plena oposição.

É tão luminoso que seu brilho se aproxima de Sirius, a estrela mais luminosa do céu – claro, depois do próprio Sol.

Júpiter é grande e massivo, superando em 2,5 vezes a massa de todos os demais planetas do sistema solar somados.

É grande e volumoso para que se precise juntar 1.321 Terras para preencher seu volume, ou seu interior.

O dobro do tamanho atual

Mais: seria necessário colocar lado a lado mais de 11 planetas do tamanho da Terra, para alcançarmos um tamanho equivalente ao diâmetro do equador jupiteriano.

E olhe que a Terra não é nada pequena, pelo menos na nossa pequena perspectiva: mede 12.756Km de diâmetro. Júpiter, o gigante, tem nada menos que 142.984Km de diâmetro!

É um tamanho descomunal, cerca de um terço da distância média Terra-Lua. Para se ter uma idéia, só caberiam dois júpiteres e meio entre a Terra e a Lua, cuja distância média é de 385 mil quilômetros!

Contudo, o Rei dos Planetas já teve mais majestade. Júpiter era bem maior que atualmente, talvez o dobro do tamanho atual, quando foi formado, na origem do Sistema Solar.

De fato, os astrônomos sabem que o astro vem diminuindo de volume e seu diâmetro decresce ao ritmo aproximado de 2cm  ao ano.

Essa contração eterna seria a explicação para o fato de Júpiter gerar tanto calor quanto recebe do Sol. Acontece que Júpiter é formado por gás. Quando um gás se contrai, gera calor.

Posts anteriores:

Um planeta alienígena perto daqui

Uma estrela fracassada

Você está em:

O dobro do tamanho atual

Próximos posts:

Animais hipotéticos suspensos no ar

Bolas de fogo do tamanho da Terra