Você está em: Refracionismo

Os Pilares da Criação, na Nebulosa de Águia:  a consciência cósmica se transmuta no real observável. Imagem por NASA, ESA, and the Hubble Heritage Team (STScI/AURA) [Public domain], undefined

Consciência cósmica se transmuta no real

A consciência cósmica se transmuta no real por amor, enquanto o homem cósmico transmuta imagens mentais em coisas pelo saber e pela técnica. Esse é o modo como a realidade dimensional flui e evolui no Cosmos.

O homem cósmico se insere no real integralmente. Imagem by Helgi Halldórsson from Reykjavík, Iceland (Across the universe) [CC BY-SA 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons

Antropologia hexadimensional

Para simplificar, posso dizer que o homem cósmico contempla não só os aspectos da realidade física, pois se manifesta, também, em dimensões mais sutis, sugerindo não um ser unidimensional, mas multidimensional.

Representação artística, em escala logarítmica, do Universo observável, partindo do Sistema Solar, ao centro, até as muralhas galácticas, nas bordas. Imagem: By Unmismoobjetivo (Own work) [CC BY-SA 3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons

Universo mais devir se torna Cosmo

O Universo, em sentido restrito, era o conjunto dos objetos astronômicos somado ao espaço-tempo entre eles, tudo em evolução, ou movimento. O Cosmos, em sentido mais amplo, era tudo isso e mais alguma coisa.

Como as flores deste lírio, parte da realidade que a gente conhece não dura para sempre: as coisas mutáveis se submetem à imutabilidade transcendental. Foto: Tom Lima

Incrível imutabilidade do que é mutável

A realidade, enquanto tal, é imutável, pois sei que ela é e isso não muda. Contudo, é um paradoxo, pois a realidade é, sim, mutável.