Como montei meu telescópio de 25cm

A parte traseira do meu telescópio, mostrando o suporte do primário de 254mm. Note as chaves de colimação do espelho. Foto: Tom Lima.

A parte traseira do meu telescópio, mostrando o suporte do primário de 254mm. Note os enormes orifícios de ventilação e as chaves de colimação do espelho. Foto: Tom Lima.

Aqui, a segunda parte da história sobre como montei meu telescópio de 254 mm, ou 25 cm de diâmetro. À parte o dinheiro disponível, acho que a principal dificuldade, para quem vai montar um telescópio, é encontrar o que precisa.

Agora mesmo, fiz uma pesquisa em lojas virtuais e pouco encontrei para montagem de um telescópio como o meu, de 10 polegadas, ou 254 mm. Até suporte para buscador está difícil encontrar.

Bem, posso dizer que tive muita sorte, porque, ao montar o meu, encontrei o que precisava. Até mesmo tarugo de teflon que, a principio, imaginei ser impossível comprar no mercado de Teresina (PI). Contudo, é preciso persistência e disposição para andar bastante, porque não se encontra tudo à mão, em uma única loja, e de uma hora para outra. Eu levei oito meses intermináveis, para comprar tudo e montar o aparelho.

Espelho côncavo para telescópios

Quando a gente se mete em uma empreitada dessa magnitude, precisa planejar e se organizar, itens importantes. Tomei todos os cuidados, mas, em alguns momentos, me senti perdido. Nesses instantes, o melhor é parar um pouco, esfriar a cabeça e refazer mentalmente todos os passos. Também ajuda, e muito, contar com o apoio de profissionais experientes. Isso é fácil, nesta era on line.

Creio que decidi por em prática o plano antigo de construir um telescópio para minhas necessidades no inicio de 2003. Eu já tinha um refletor newtoniano GalaxseE 114mm Tasco, mas queria algo melhor. Pesquisei todas as opções.

Eu tinha em meus arquivos pessoais uma página de revista ainda da década de 1970, que falava de um sujeito chamado Valentin Bardos, que dava dicas para a gente polir, em casa, um espelho côncavo para telescópios newtonianos. Ele também fazia esses equipamentos, sob encomenda.

Ao me lembrar disso, entrei na internet. Descobri que Valentin Bardos tinha morrido e que seus filhos tentavam manter o negócio, com dificuldade.

Sem obter blocos de vidro

Telescópio refletor newtoniano de 254mm em montagem dobsoniana, que eu mesmo montei. Foto: Tom Lima.

Telescópio refletor newtoniano de 254mm em montagem dobsoniana, que eu mesmo montei. Foto: Tom Lima.

Contudo, eles me deram dicas de várias oficinas especializadas em polir espelhos e montar kits ópticos para telescópios, por encomenda. A gente compra o kit e monta o aparelho em casa. Ou podia encomendar um pronto.

Na época, não encontrei quem construísse um espelho de 25 cm que, eu sabia, seria capaz de me mostrar os recantos mais longínquos do Sistema Solar, como o distante Planeta Plutão.

Até que fiz um contato com o construtor de telescópios Sebastião Santiago Filho.  Sebastião Filho recebia e respondia, ele mesmo, os e-mails e foi um contato muito proveitoso, como veremos.

Ele foi bastante sincero. Disse estar em dificuldade para obter blocos de vidro para polimento de espelhos relativamente grandes, como um de 25 cm de diâmetro, e pediu tempo.

Aceitei e ao fim do prazo que me deu, cerca de um mês, fiz novo contato. Ele pediu mais tempo. Contudo, já na terceira tentativa, ele disse que não conseguiria fazer um com as especificações que pedi, simplesmente porque não encontrava o bloco de vidro.

Espelho tinha boa qualidade óptica

Ele sugeriu que eu visitasse o site da loja que, segundo ele, tinha à venda espelhos de 254 mm de boa qualidade, a preço acessível.

Bem, Sebastião Santiago Filho, um construtor de telescópios, disse que o espelho tinha boa qualidade óptica e me pareceu bastante sincero. Confiei, claro, e fiz a compra.

Ao receber a encomenda pelos Correios, algum tempo depois, tive nas mãos, finalmente, um espelho primário. Era mesmo uma peça óptica magnífica, um pesado, sólido e, achei impressionante, luminoso espelho parabólico da famosa marca Orion, importado dos Estados Unidos.

O espelho primário, mais o equivalente secundário, banhados a alumínio com aplicação de uma fina película protetora, custaram R$ 1.287,00.

Eu era assinante, e ainda sou, das revistas americanas Astronomy e Sky & Telescope, dedicadas aos apaixonados por astronomia. Elas sempre trazem dicas para construção de telescópios e montagem.

Post anterior:

Eu mesmo montei meu telescópio

Você está em:

Como montei meu telescópio de 25cm

Próximo post:

Primeira luz do meu telescópio