Postagens do mês: março 2015

O homem cósmico se insere no real integralmente. Imagem by Helgi Halldórsson from Reykjavík, Iceland (Across the universe) [CC BY-SA 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons

Antropologia hexadimensional

Para simplificar, posso dizer que o homem cósmico contempla não só os aspectos da realidade física, pois se manifesta, também, em dimensões mais sutis, sugerindo não um ser unidimensional, mas multidimensional.

Representação artística, em escala logarítmica, do Universo observável, partindo do Sistema Solar, ao centro, até as muralhas galácticas, nas bordas. Imagem: By Unmismoobjetivo (Own work) [CC BY-SA 3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons

Universo mais devir se torna Cosmo

O Universo, em sentido restrito, era o conjunto dos objetos astronômicos somado ao espaço-tempo entre eles, tudo em evolução, ou movimento. O Cosmos, em sentido mais amplo, era tudo isso e mais alguma coisa.

Marte há 1 milhão de anos:   intensa era glacial. Imagem by NASA/JPL/Brown University [Public domain], via Wikimedia Commons

Oceano álien com 1,6km de profundidade

O antigo oceano de Marte, que equivalia, em volume, ao nosso Oceano Glacial Ártico, cobriu 20% da superfície do planeta, se concentrava no hemisfério norte do astro, e tinha uma profundidade máxima de 1,6 km.

Mapa mostrando incremento da mudança anual na temperatura do ar até 2060, causada pela elevação das concentrações de gases do efeito estufa. Imagem by NOAA Geophysical Fluid Dynamics Laboratory (GFDL) [Public domain], via Wikimedia Commons

Clima produzirá animais anãos

Futuras gerações de humanos conviverão com espécies vegetais e animais anãs, na medida em que as temperaturas do planeta aumentam, consequência do aquecimento global.